Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Divórcio e Novo casamento




REPORTAGEM DA REVISTA ENFOQUE GOSPELRESPOSTAS DE JESSÉ E SUELY OLIVEIRADIRETORES NACIONAIS CASADOS PARA SEMPREEDIÇÃO DE JULHO DE 2008.
Como a igreja deve lidar com o crescente número de pessoas que se divorciam e casam novamente dentro de seus templos? Condenar ou apoiar? Quando a Igreja está realizando o casamento de pessoas divorciadas seja por qualquer motivo que tenham se divorciado e casado novamente a mensagem relacional que a Igreja tem passado para seus membros ou pessoas que são convidadas para esta cerimônia é a seguinte: "Podem se divorciar à vontade que nós fazemos o seu novo casamento". É uma boa mensagem? Quem está assistindo a estas cerimônias não sabe o motivo que levou a pessoa a se separar. E abrindo a porta para um casamento de divorciados a Igreja terá muitas dificuldades para fechar para outros, tornando assim um ato normal dentro da Igreja. Muitas Igrejas dizem que são contrárias ao divórcio, mas realizam o segundo casamento. Uma frase muito apropriada que ouvimos certo dia é a seguinte: Eu, como pastor não posso proibí-lo de se casar novamente, mas você não pode me obrigar a realizar o seu novo casamento.
Existe uma estatística de números de evangélicos que contraíram novos casamentos?Que tenhamos conhecimento não! Mas infelizmente, este número não é pequeno.
É correto afirmar que quem casa pela segunda vez viva em pecado?Nós não podemos julgar as pessoas se elas estão em pecado ou não, este julgamento caberá ao Senhor, porque somente Ele conhece verdadeiramente os corações. O que aconteceu no passado, no casamento de algum casal , não temos como corrigir ou julgar. Nós podemos sim, mostrar o erro para que o casal possa se arrepender e continuar a sua vida. A grande contribuição que temos levado à Igreja é mostrar o plano original de Deus para os casamentos. Casamento é Sagrado. Transmite a mensagem de unidade entre Jesus e a Igreja.
Como a orientar as pessoas que passam por essa experiência?Às pessoas que já passaram por esta experiência de divórcio e novo casamento nós orientamos a respeito do arrependimento, porque um pecado é o divórcio e o outro é o segundo casamento. Nós precisamos nos arrepender dos nossos pecados. Ensinamos o que é aliança, eles entendem que tal prática é condenada por Deus, pedem perdão ao Senhor e orientamos a continuarem suas vidas. Nossa luta é sempre contra o divórcio! em Malaquias 2:16 "... Eu odeio o divórcio..." Independente da circunstância. Se nós lutarmos pela manutenção da Aliança que é o plano original de Deus, certamente ajudaremos a evitar muitos problemas futuros. Cremos em um Deus Todo Poderoso que para Ele não há impossíveis!
O senhor concorda com a colocação do Papa Bento XVI que disse que o 'segundo casamento é uma praga'? Não diríamos jamais nestes termos, mas estatísticamente temos comprovação que as pessoas que se casam pela segunda vez tem 60% de possibilidades de se separarem novamente, e as que se casam pela terceira vez este percentual aumenta para 80%. Sem dizermos que a possibilidade de seus filhos se divorciarem quando se casarem é muito grande.
O que leva casais evangélicos a separação, mesmo tendo conhecimento que tal prática é condenada por Deus?Nós sabemos que em Oséias 3:6 fala que: "O meu povo perece porque lhe falta conhecimento...". Nós "achamos" que o povo tem o conhecimento de que tal prática é condenada por Deus, mas o que temos visto é que as Igrejas nos seus púlpitos não têm pregado diretamente sobre isto. Muitas Igrejas Evangélicas não tem posição definida quanto ao divórcio e novo casamento. Os casais não têm a visão de que casamento é uma aliança e ela não pode ser quebrada! Quando vamos às Igrejas e ministramos o Treinamento de Líderes do curso Casados para Sempre e falamos do plano original de Deus para os casamentos, muitos tem recebido esta mensagem como uma palavra Rhema para suas vidas. Muitos casais estão se separando por motivos fúteis, porque não sabem como resolver a situação. Então, vão à procura de conselhos de amigos, parentes, pais e até de seus próprios pastores que lhes aconselham a se separar que é o melhor para eles. Tiram deles todas as esperanças de reconciliação. Não podemos nos esquecer também que muitos casais são ensinados sobre os princípios da Palavra de Deus, sobre a vontade de Deus para os casamentos, mas, existe a escolha que cada um faz! Infelizmente alguns casais têm decidido pela separação porque não se importam com a vontade de Deus e sim, com sua própria vontade.
O que a Bíblia fala sobre a questão do segundo casamento? Nós cristãos sabemos que em Mateus 19:9 diz que: "Eu porém, vos digo: quem repudiar a sua mulher, não sendo por causa de relações sexuais ilícitas, e casar com outra comete adultério (e o que casar com a repudiada comete adultério)."em Marcos 10:11 / Lucas 16:18 / I Cor. 7: 10-11 falam a mesma coisa. Quando um pastor em público fala em sua Igreja ou em qualquer outro lugar que em sua Igreja não aceita divórcio "a não ser por causa de relações ilícitas", ele, como sendo autoridade sobre sua Igreja abriu legalidade para o inimigo destruir os casamentos de sua Igreja através de relações sexuais ilícitas. Temos milhares de casais que haviam passado por este problema e Deus restaurou completamente os seus casamentos, porque entenderam pelo menos dois princípios básicos para o casamento o princípio da Aliança e do Perdão.
Como a pessoa pode saber que o recasamento é benção ou maldição na vida ?Nós não aconselhamos o segundo casamento. Não somos contra o divorciado, mas somos contra o divórcio! Sabemos que a lei do mundo (dos homens) é divórcio e novo casamento, mas a lei de Deus é reconciliação ou fique sem se casar. "O que Deus uniu não o separe o homem".
Hoje, cada vez mais, pessoas estão se separando e casando novamente existe uma tendência de mudar essa situação?Pela fé nós cremos que SIM! Olhando pelos olhos humanos pela tendência ao humanismo que as pessoas vêm vivendo nos dias de hoje vemos que não. Se nós como Igreja não nos posicionarmos contra a destruição das famílias quem fará isso? As pesquisas têm mostrado que: Se 100 pessoas são aconselhadas a se separar por um motivo qualquer, 80 se separam, por por outro lado, se 100 pessoas são aconselhadas a NÃO se separarem porque Deus não se agrada do divórcio, entre 80 e 90 delas não vão se separar. Vemos com isso a importância do aconselhamento e conseguiremos, dessa maneira, diminuir o número de lares destruídos.
Qual é o tipo de auxilio que o senhor como terapeuta familiar oferece às pessoas que passam pela experiência de uma separação? Nós temos aconselhado muitos maridos e mulheres que foram abandonados por seus cônjuges, casais que hoje estão separados a continuarem mantendo sua aliança! Temos levado a eles a esperança da reconciliação, a fé de que todas as circunstâncias serão transformadas pelo Senhor! Temos orientado estes homens e mulheres a lutarem pelos seus casamentos, independente das situações que os levaram a essa separação. Nós os encorajamos a terem uma grande intimidade com o Senhor, porque somente Jesus poderá dar-lhes a paz e encorajamento que eles tanto necessitam! Muita oração, muito jejum e pedir ao Senhor muita sabedoria, para que a vontade d'Ele se cumpra, que é a restauração desta aliança. Deus tem feito maravilhas nestes casamentos, Ele tem honrado estes homens e mulheres que continuam lutando bravamente por sua família, pode até demorar um pouquinho, porque o tempo é do Senhor, mas Deus dá vitória!
Qual é a missão da Igreja nestes momentos ? Nossa missão como Igreja é ensinar as famílias! As famílias precisam conhecer Jesus verdadeiramente! Um casal foi aconselhado a separar por várias vezes! Eles se separavam, mas não aguentavam ficar longe um do outro porque se amavam e então voltavam novamente a estar juntos, mas surgiam os problemas novamente e novamente se separavam! Certo dia eles foram convidados a fazer o curso Casados para Sempre, na primeira aula do curso foram apresentados a este Jesus maravilhoso que conhecemos tão bem e aceitaram imediatamente Jesus como Senhor e Salvador de suas vidas continuaram a aprender os princípios da Palavra de Deus para o seu casamento e o testemunho deles foi o seguinte: "Porque em todas estas nossas separações e sofrimento, ninguém nos disse que Jesus era a solução para o nosso casamento?" Hoje servem ao Senhor e seu casamento foi completamente restaurado! A solução para os casamentos está na Igreja do Senhor Jesus! Precisamos levar ao conhecimento das famílias da Igreja e da nossa sociedade sobre a seriedade de vivermos dentro dos princípios da Palavra de Deus. A Igreja precisa tomar uma posição firme contra o divórcio, precisa ensinar que casamento é até que a morte nos separe, é uma ALIANÇA e não um contrato! O mundo precisa parar de pensar que quando não dá mais certo eu quebro este contrato! Se a Igreja não se posicionar a favor da manutanção do casamento independente das circunstâncias, confiando que para Deus NADA é impossível, que tipo de fé nós estamos pregando? Existe um consenso dentro do meio evangélico que diz que divórcio e segundo casamento são maldição. Até que ponto isto é verdade ou apenas erro de interpretação, pois se a própria bíblia mostra que em algumas situações o divórcio e aceitável como em Mateus 19? Como dissemos anteriormente, cremos que o divórcio em nenhuma situação é benéfico.
É possível afirmar que o crescimento de separações dentro da igreja é um reflexo da secularização da igreja?Talvez não uma secularização da Igreja, mas não podemos negar que é um conformismo. Há trinta anos atrás a aliança jamais poderia ser quebrada pelas leis brasileiras, e quando havia o desquite, a pessoa desquitada não poderia se casar mais. E porque hoje nós aceitamos isso com tanta naturalidade? A Palavra de Deus mudou? Ou porque um homem chamado Nelson Carneiro teve aprovada a sua lei (A lei do divórcio) em 31 de dezembro de 1977, a lei de Deus, o nosso Deus Todo Poderoso, perdeu a validade? Este Ministério tem a intenção de dar a Deus e à Sua Palavra a honra que lhes é devida. Nossa contribuição é o resgate deste princípio para as gerações futuras.
É possível mudar essa situação?
Sim, esta é vontade do Senhor! E toda vontade do Senhor será cumprida na terra, nenhum dos seus planos são frustrados! Somos chamados como cristãos para restaurar a imagem de Deus nas famílias e ensinar os princípios que serão muito benéficos para as próximas gerações.

Nenhum comentário