Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Casamento restaurado depois de 5 anos



Encontro com JESUS
Morava em uma cidadezinha perto de Maringá no Paraná e trabalhava em uma empresa como vendedor de bíblias (aquelas grandes ilustradas) por isso viajava muito por todo o brasil e ficava uns 25 dias do mês longe de casa e da minha família. Dificilmente freqüentava alguma igreja. Certo dia me separei da minha família e fui pra São Paulo capital em busca de sei lá o que, deixei minha família na pequena cidadezinha e fui como se nada estivesse errado, naquele dia lembro-me que pra mim era indiferente como se não tivesse problema algum, era como se o rumo das coisas que estavam acontecendo fosse normal. Sai de casa deixando minha filha menor que estava começando a andar e a outra com cerca de 4 anos, aos olhos das outras pessoas aquilo que eu estava fazendo era muito triste mais aos meus olhos era normal eu via como algo normal que separação é coisa da vida e que muitos amigos meus também já passaram por isso e coisa e tal.
Já em São Paulo demorei um tempo para começar a trabalhar, raramente enviava dinheiro para minha esposa e quando mandava era muito pouco quase nada, ela que trabalhava e ganhava um salário mínimo para pagar luz, água, prestação da casa, alimentação, materiais escolares, na verdade não sei como ela sobreviveu naquela situação, porém nunca foi na justiça para brigar ou querer seus direitos de pensão.
Passaram-se uns cinco anos e eu nunca fui visita-los, não sabia como minhas filhas estavam em questão de tamanho e situação mais não tinha vontade de ver elas ou ligar para conversar, era como se estivesse sem noção do rumo das coisas. Nunca ia na igreja, mais estava diariamente nos bares, bebia cerca de cinco cervejas e meio litro de cachaça por dia e sempre que chegava em casa sentia-me como se tivesse caído do "caminhão da mudança" e sempre tinha vontade de beber das diversas variedades de bebidas que tinha lá do bar que freqüentava, queria estar sempre lá, e eu ia, e fiquei assim por cerca de três anos a ponto de chegar a faltar vários dias durante o mês no meu trabalho por bebedeira e cansaço e por vários meses ia dormir sempre embriagado e as coisas foram se complicando e piorando, tinha uma mulher que morava comigo e ela estava sempre nas bebedeiras comigo, meus amigos me achavam um cara legal e eu sempre estava feliz diante das pessoas mais quando só me sentia um trapo.
Certo dia cheguei em casa e resolvi que ao invés de ir para o bar iria buscar a Deus e ir numa igreja evangélica que tinha ali perto de casa; nisso comecei a sentir algo ruim ao meu redor como se uma cobra tentasse me sufocar e tudo era estranho porque não via nada só sentia que aquilo era mau e esse negócio me deixou com medo, a mulher que morava comigo era espirita e eu senti que era obras de demônios e que aquela situação muito estranha então eu fui pro quarto fechei a porta me ajoelhei num canto já chorando por não entender aquela situação e por saber que precisava de ajuda e antes sempre pensava em ir em uma igreja mais nunca ia, nunca tinha me sentido tão inútil e sem domínio das coisas como nesse dia, então ajoelhado disse: "Deus, tu está aqui? se tiver ouvindo e se eu ainda tiver alguma chance quero dizer que já não suporto mais esta vida como estou e peço que coloque meus passos nos seus trilhos e me ajude." (foi mais ou menos isso que disse.)
A vontade de ir ao bar sumiu, uma leveza senti como que algo tivesse saído de cima dos ombros e o que mais me marcou é que uma paz e tranqüilidade me invadiu e marcou por que nunca tinha sentido tal paz e sossego e em vez de medo daquela situação da cobra no entanto agora eu queria pisar nela, de pequeno me senti forte.
No dia seguinte era como se Deus tivesse ido embora, a rotina do dia a dia voltou no trabalho mais no bar não fui mais, uma semana se passou e meu irmão que morava em Curitiba - Pr me ligou perguntando como eu estava, orgulhoso como sempre disse que estava tudo bem, ele me convidou para ir para Curitiba, disse que precisava de ajuda na sua loja e pediu pra mim ir trabalhar com ele ou pelo menos conhecer Curitiba e visita-lo num fim de semana.
Fui eu e a mulher com que morava, chegando lá meu irmão que era evangélico disse que orava e pedia sempre pra Deus me ajudar e começou aos poucos a conversar e a pregar o evangelho, naquela noite aceitei a Jesus como meu Senhor e salvador, minha vida mudou, comecei a buscar a Deus na igreja e a ir em reuniões de oração no monte junto com os irmãos da igreja, decidi deixar a mulher com que estava porque comecei a ver que aquilo que fazia era podre e queria ver minhas filhas e restaurar meu casamento, havia se passado cerca de cinco anos mais fui pro monte orar e busquei a Deus e pedi pra Ele restaurar meu casamento, sabia que o coração da minha esposa estava machucado, mais busquei a Deus porque a Bíblia diz que para Ele nada é impossível e que se for da sua vontade Ele fará.
Então busquei a Deus e larguei meus vícios, mandei aquela mulher que morava comigo de volta pra São Paulo, me batizei nas águas e continuei a buscar ao Senhor que falava as vezes comigo através das profecias mais parecia tão longe mais o convívio com a igreja me manteve na esperança do Senhor me ouvir e não sabia nem ao menos com ia fazer para ir para a cidadezinha na região de Maringá para dizer pra minha esposa que estava arrependido e de como Deus mudou minha vida e que queria restaurar o casamento e essas coisas... não tinha idéia de como seria feito isso e nem por onde começar.
Um dia minha esposa me ligou pra dizer que precisava da minha presença lá na cidadezinha para assinar um documento de transferencia da casa que estava no meu nome para o nome dela e que a documentação do divorcio havia saído e que eu precisava assinar. Diante dessas circunstancias eu embarquei no ônibus já pensando que a restauração do nosso casamento talvez não tivesse mais jeito ou que ela já tivesse com uma outra pessoa, mais fui e disse pra Deus: "Senhor, a oportunidade para ir até lá apareceu mais o assunto é o contrário daquilo que pensei, contudo seja feita a vossa vontade."
Chegando lá nos encontramos, ela me recebeu com um sorriso, conversamos e eu falei tudo o que Deus havia feito comigo e ela não havia conhecido ninguém durante todo esse tempo e ela me perdoou e nosso casamento foi restaurado e minhas filhas estavam lindas, eu vi o trabalhar do Senhor Deus em nossas vidas, ela veio comigo para Curitiba, não tínhamos nenhum tostão furado, alguns meses depois Deus nos deu uma loja já montada com moveis, computador, ferramentas, fachada etc. tudo isso Deus nos deu sem termos nenhum dinheiro, provisão concedida por Deus nosso Senhor para começarmos a vida de novo pois quando minha esposa veio da cidadezinha para a capital não trouxemos nenhum móvel. Meu irmão abriu uma loja e nos vendeu que fomos pagando com o nosso trabalho e com o rendimento da própria loja que hoje já esta quitada.
Minha família está nas mãos do Senhor, e este é um resumo do meu encontro com Deus.
Agradeço ao Senhor Jesus por tudo que Ele fez conosco e por tudo que ainda vai fazer porque meu JESUS está vivo e bem pertinho e reina para todo o sempre, Amém!
Fernando Giacomel
http://www.ciagiacomel.info/

Nenhum comentário