Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Testemunhos de Casamentos restaurados pelo Poder de DEUS.




Saúdo as maravilhosas e abençoadas irmãs com a paz e o amor de CRISTO, amém???

Amadas encontrei diversos testemunhos de casamentos restaurados por DEUS e postei aqui para que você assim como eu, possa renovar sua fé e sua esperança em Cristo Jesus.Queridas, DEUS ama tanto nós, quanto ama estas pessoas das quais tiveram seus lares e relacionamentos conjugais restaurados, se ele operou maravilhas e milagres na vida destas pessoas, pode e vai operar também em nossos casamentos, temos apenas que crer no mover de DEUS, mesmo que nosso olhos naturais não vejam.Queridas DEUS é fiel!!! DEUS está agindo em seu e a meu favor, ele está movendo céus e terras para devolver-nos aquilo que satanás "tentou" nos roubar, amém?? Mas temos que passar por um processo de cura interior, de transformação... AS vezes não recebemos o milagre porque nós mesmas ainda não estamos prontas, existe algo ainda para ser curado, transformado, moldado... Não é exatamente em nossos amados que o SENHOR pretende trabalhar, queridas, DEUS quer tratar é conosco, ele quer fazer de nós verdadeiras MULHERES SÀBIAS, MULHERES VIRTUOSAS e para isso temos que nos entregar completamente nos braços do PAI e nos permitir ser reconstruidas, amém???

Desejo á todas vocês um início de semana repleto de bençãos e vitória do SENHOR!!!

beijinhos em seus corações.
Lindo Testemunho ( não é o meu ainda rsrsr)

São muitas as bênçãos de Deus na minha vidaIncontáveis as maravilhas de Deus na minha vida
Casei-me com 19 anos, os dois trabalhávamos, nossa vida era normal, embora com muitas brigas por causa de ciúmes. Como fruto de nosso trabalho, meu marido que era motorista, conseguiu comprar uma carreta, financiada. As coisas iam bem e aos 23 anos engravidei da minha tão sonhada e esperada filha, tudo devidamente planejado, já que no momento nossa situação financeira era boa. Minha filha nasceu e eu parei de trabalhar, queria cuidar dela.Mas as coisas mudaram, tivemos problemas com os caminhões, que então já eram dois. Perdemos tudo, ficamos com uma dívida enorme, não podíamos mais pagar o aluguel da casa e tivemos que entregar, eu fui morar numa casinha ao lado da minha mãe, meu esposo foi pra outra cidade procurar serviço.
Durante muito tempo ficamos assim, ele vindo somente aos finais de semana, sem dinheiro, eu entregando algumas coisas de dentro de casa para saldar algumas dívidas. Nosso casamento fracassado, quase a ponto de separação. Finalmente quase 02 anos depois, numa tentativa de salvar nosso casamento, fui morar na cidade em que ele estava trabalhando, mas não deu certo, já não existia mais amor, embora não fosse evangélica, eu clamava a DEUS muitas vezes, inconformada com a situação que vivia e pedia pra DEUS restaurar meu casamento, nem que pra isso eu tivesse que me tornar crente, mas achei que DEUS não respondia às minhas orações e em seis meses eu desisti de tudo, decidi pela separação, certa de que não tinha mais jeito. Não sabia eu que para DEUS tudo tem jeito, nada é impossível. Decidida, comuniquei a ele minha decisão e comecei a procurar uma casa na cidade onde moro hoje e minha família também.
Achei a casa, aluguei, peguei minha mudança e vim embora, com minha filha, que na época estava prestes há completar 03 anos. Meu coração estava endurecido, não queria mais saber, meu marido tentou reatar por diversas vezes, mas eu não aceitei, até que ele num momento de desespero me ameaçou de tirar minha filha de mim, e aí o meu mundo caiu, pois ela era minha maior riqueza. Minha irmã, que morava próxima, me visitava muitas vezes e me falava da Palavra, pois ela é evangélica, mas não sabia de nada, pois eu não falava, mas dirigida pelo Espírito Santo, ela começou uma campanha na minha casa, pela minha filha, eu e ela. Nessa primeira semana de campanha, DEUS falou comigo todos os dias, foi tão bom que decidi continuar, foi então que Deus operou o milagre na minha vida. Minha filha tinha alergia respiratória e usava direto descongestionante nasal.
Naquela semana a médica receitou um remédio que custava R$80,00 e eu não tinha dinheiro. Foi quando minha irmã, disse-me que DEUS poderia curá-la, bastava eu crer. Então naquela noite pedi que DEUS colocasse no meu coração aquela fé. Minha filha teve muita febre naquela noite e eu dobrei meus joelhos e clamei ao Senhor algumas vezes. A febre cessou e minha filha foi curada para honra e glória do Senhor! No dia seguinte aceitei Jesus, em casa, com minha irmã, e então pedi a direção de DEUS para a igreja que deveria ir, e o Senhor me mostrou.
Meu casamento foi restaurado, tivemos mais um filho que hoje tem 2 anos e Deus nos abençoou com a nossa casa, há 3 anos. Hoje nós dois estamos trabalhando, e eu trabalho na igreja tem. Ele ainda não se converteu, mas começou a dizimar o que já é uma vitória. DEUS tem grandes bênçãos para aqueles que crêem e o buscam em espírito e em verdade.
Um testemunho de Adriana dos Santos

“Considerava a vida um conto de fadas”

Passar por problemas já é difícil,vê-los sendo expostos a todoo mundo é ainda mais vergonhoso especialmente quando setrata de seu casamento. MarcolinaFerreira nos conta sua história."Eu sempre sonhei em estudar, casar e viver feliz para sempre. Para mim, a vida era um grande conto de fadas. Mas, na realidade, as coisas não eram da maneira eu havia planejado. "Fui convencida por que meus pais a casar com alguém que eu não queria e logo no início do nosso casamento ele começou a me maltratar".
A vida era um inferno para Marcolina. A situação estava tão ruim que a separação parecia a única opção. O pior de tudo é que os filhos de Marcolina viam como ela era mal tratada. Depois que anos de dor, ela percebeu que não valia a pena viver com alguém que a tratava tão mal. "Eu caí em depressão profunda. A família significa muito para mim e, sem ela a vida não fazia sentido. Então, quando perdi tudo–minha casa e meu negócio.
Meu conto de fadas tinha desaparecido.” Neste momento terrível um amigode Marcolina a convidou para conhecer o Centro de Ajuda. "Naquela época, eu estava no fundo do poço e eu não tinha nenhuma idéia do que fazer para sair dessa situação".
As reuniões salvaram a vida de Marcolina. Elas a ressuscitaram e a motivaram para lutar pelos seus sonhos."Vi as reuniões como uma oportunidade para mudar minha vida, e a primeira coisa que eu queria era meu casamento de volta.” Como continuou a assistir as reuniões e por em prática o que aprendia, pouco a pouco, seu marido começou mudar.
Ele parou sair de noite e o relacionamento foi melhorando. "Em pouco tempo nosso casamento foi restaurado e agora nosso amor era muito mais forte. Decidimos continuar assistindo as reuniões no Centro de Ajuda e desafiar a Deus para ter uma vida financeira abençoada. A idéia passada das reu-niões financeiras era pôr sua fé e confiança em Deus. Aprendi como usar minha força interior e decidi trabalhar duro”."Apresentei minhas metas a Deus e acreditei que se confiasse n’Ele,não me desapontaria.
Valeu a pena! Hoje tenho 2 casas e 2 salões de beleza. Deus fez mais do que restaurar minha vida, Ele me deu muito mais do que tinha no começo".

TESTEMUNHO

Ap. Jesher e sua esposa Maricleyde, são os líderes da Missão Evangélica Shekinah. Juntos, vem disseminando no Brasil e no Exterior, a palavra de Batalha Espiritual, Libertação e Cura Interior, Santidade e Unidade da Igreja de Cristo, desde 1991.
Nasci e fui criado num lar cristão, pois meu pai era pastor de igreja que fazia parte de uma denominação considerada tradicional no Brasil. Durante todo o tempo de minha infância e adolescência, recebí, através de meus pais, e do convívio na igreja, o conhecimento do Evangelho. Aos 16 anos de idade pregava meu primeiro sermão na Igreja Metodista na cidade de Osasco - parte da Grande São Paulo. Aprendi a preparar meus sermões lendo livros, usando ilustrações, e, por muitas vezes, usando os esboços de sermões que meu pai havia deixado. Meu pai faleceu quando eu estava para completar 15 anos. A partir daí, comecei uma carreira dentro dessa denominação, sempre em liderança nos departamentos da mesma. Aos 23 anos, recebia o Diploma de Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Mackenzie de São Paulo, e, aos 25 anos, casava-me com a Maricleyde, que também vinha de um lar cristão - se bem que, só o pai dela ainda não havia declarado a Jesus como Senhor, mas todos os seus irmãos e irmãs, bem como a sua mãe, já participavam da Igreja.
Pela graça de Deus, eu e minha esposa estávamos sempre juntos, participando dos trabalhos na mesma Igreja. Tivemos duas filhas e trabalhávamos incansavelmente, onde sempre fomos líderes, tanto dos jovens como da escola dominical, da administração e outros, até então ser consagrado evangelista, dividindo com o pastor principal, o púlpito da igreja local.
Aparentemente tudo parecia correr bem, afinal, do que poderia eu reclamar? Juntamente com o aumento das responsabilidades ministeriais algo também crescia no meu coração: a sinceridade diante de Deus, e isso me levou a buscar ao Senhor e a questionar sobre a verdade. Comecei a sentir que havia alguma coisa errada em minha vida, principalmente, quando preparava o próximo sermão a ser ministrado numa de nossas reuniões. Era o confronto com a realidade da minha vida: o que estava ministrando aos outros, não era bem o que vivia. Usando a Palavra de Deus, que é espelho e luz, ministrava a obra de Jesus Cristo para restaurar famílias e casamentos, todavia, o meu próprio casamento estava sendo abalado. Eu e a minha esposa estávamos em constante situações de conflito, apesar de nos amarmos muito, mas não deixava de ser, na realidade, uma vida de aparência diante das pessoas. Quando ministrava sobre fé e cura, o conflito era muito grande, pois eu mesmo era escravo de calmantes, se ficasse sem tomá-los, ou mesmo, o simples fato de não tê-los comigo em meu bolso, era suficiente para entrar em pânico e ir parar dentro de um pronto-socorro; além do fato de ser constantemente atacado por violentas enxaquecas, que me prostravam de cama, às vezes, por até três dias consecutivos. Tudo isto, aliado a uma miopia que crescia comigo desde os 18 anos - para conseguir parar um ônibus à noite, tinha que usar de uma boa estratégia: fazia sinal para todos os ônibus que passavam, e quando paravam bem perto, podia ler o destino, os quais eu ia dispensando um por um, até chegar àquele que me levaria.
Logicamente não sabia, a época, o que sei hoje, isto é, que aquilo que agia na minha vida era um espírito maligno muitas vezes pior que os espíritos que atuam na magia negra, chamado "espírito de religiosidade". Esse espírito age de uma forma terrível, pois ele não se manifesta como os demônios que agem em feiticeiros e pessoas envolvidas com o baixo espiritismo, mas torna as pessoas religiosas, mantendo-as cativas no seu interior com aparências enganosas. Neste período da minha vida, iniciei um processo de busca desesperada diante do Senhor, e a clamar: "Senhor, eu quero sair desta situação, não quero mais pregar ou ensinar algo que eu não vivo!". Essa foi uma oração perigosa: Eu pedi a Deus que me desse experiências claras a fim de que tudo aquilo que pregasse, também viesse a viver. Deus honrou minha oração, pois quando verdadeiramente queremos uma solução definitiva de Deus, Ele age em nossas vidas. Logicamente não precisamos pedir experiências diretas para crer no poder de Deus, basta crer em sua Palavra. Mas eu orei, e Deus então começou a trabalhar de uma forma especial em minha vida. Creia-me, não foi fácil passar por tantas experiências - passar pelas fornalhas, mas hoje eu posso dizer: Estou pregando aquilo que vivo e Deus é fiel em todas as suas promessas.
Neste mesmo tempo, fiquei sabendo sobre a ADHONEP (Associação de Homens de Negócio do Evangelho Pleno) e que poderia encontrar ali algumas das respostas que buscava da parte de Deus. Como o Espírito Santo estava trabalhando fortemente em meu coração, nada questionei, e imediatamente fui a uma de suas reuniões, na época, uma Convenção Anual, em outubro de 1986. As primeiras reuniões foram de grande choque para mim e minha esposa. Choramos muito, durante aqueles quatro dias de Convenção. Vimos Deus operar, com milagres e maravilhas que até aquele momento só tínhamos conhecimento através de livros. As ministrações da Palavra eram tão profundas que pareciam implodir nossas vidas, era uma verdadeira revolução o que estava acontecendo conosco. Começamos numa busca maior, e assim podíamos entender melhor o que estava por trás de todo aquele poder, e na verdade não precisei esperar muito, pois a resposta veio rapidamente: "-Você precisa do Batismo com o Espírito Santo". Na minha mente, porém, surgiu aquele pensamento: - "Batismo com Espírito... falar em línguas... isso é do diabo!" Erroneamente, havia sido ensinado que os dons do Espírito Santo não eram mais para hoje, apesar de toda bagagem adquirida no aprendizado de minha vida cristã, ainda não havia aprendido o real significado bíblico do Batismo com o Espírito Santo de Deus, pelo contrário, havia bloqueios e preconceitos dentro de mim que não imaginava serem tantos. Mas os fatos estavam ali evidentes e, por isso, passei a considerar seriamente esta possibilidade. Se isto haveria de mudar radicalmente minha vida, então eu estava disposto a aceitar o desafio de fé vindo da parte de Deus.
Travou-se então um grande conflito em meu interior. Eu queria receber o batismo com o Espírito Santo, mas não o recebia devido às barreiras e, por causa delas,, esta luta se estendeu por quase um ano. Em toda a reunião que haveria uma ministração do Batismo com o Espírito Santo, eu e minha esposa estávamos presentes, prontos para receber também, porém, quando as manifestações do Espírito Santo começavam, impedíamos a sua ação em nós. Graças a Deus pela Sua misericórdia, a qual não nos trata como massa humana, mas conhece a cada um individualmente, e nos trata como somos, com muito amor. Assim, chegou o dia preparado por Deus para nós - abril de 1997. Num seminário desta mesma Associação, no final da reunião, o Pr. Arlindo Mendes, na época pastor da Igreja Metodista em Niterói - Rio de Janeiro, veio orar conosco, e, então, orando suavemente, sem muito barulho - Deus sabia dos nossos bloqueios - mas com mansidão, pediu a Jesus que nos batizasse com o Espírito Santo, e - glórias a Deus! Nós o recebemos! Desse dia em diante, eu e minha esposa nunca mais fomos os mesmos, pois após esta experiência começamos a perceber a diferença que o poder do Espírito Santo de Deus faz em nossas vidas; as lutas continuaram, porém, passamos a ter vitórias sobre cada dificuldade que enfrentávamos, e descobrimos, pessoalmente, que para Deus nada é impossível!
Percebemos em pouco tempo, que o poder do Espírito Santo estava operando primeiramente em nossas próprias vidas. Começamos a ser curados das feridas da nossa alma, as enfermidades do corpo foram embora, (enxaqueca, dependência de calmantes, miopia etc.), nosso relacionamento conjugal foi restaurado e o Senhor nos chamou para este ministério, que, hoje, temos certeza absoluta, sem o poder do Espírito Santo seria impossível realizá-lo.
Apóstolo Jesher Cardoso e Maricleyde Lauletta Cardoso

2 comentários

  1. suellen/suellen_fabiane17@yahoo.com.br17 de março de 2009 15:48

    Oi querida te saudo com a santa paz de Deus..
    Esta é a terceira vez que meu namoradinho me abandona,mas desta vez não sei se ele voltará...me apego em Deus~,para que ele seja transformado,tento ter fé no meu maximo sabe,mas as vezes fico tão fraca,queria saber se Deus realmente esta a minha frente na luta por ele,se por amor de mim ele vai me ajudar a vencer essa guerra que está travada com Satanás que nunca me dá sussego...ahh queria tanto ouvir uma palavra de alguem que ja passou por algo parecido e conseguiu sua vitória no fim para honrra e glória do Senhor..Será que você poderia me responder no meu e-mail???
    Obrigada,fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  2. Crer somente
    Deus é fiel
    Pode ter certeza

    ResponderExcluir