Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

A ORAÇÃO QUE JESUS NOS ENSINOU

Muitas vezes os cristãos entendem de maneira incorreta a oração que o Senhor nos ensinou descrita em Mt 6:9-15. Precisamos entender que o Senhor não está passando uma regra ou um método, mas nos passando uma linha, um orientação, uma diretriz. Uma linha é para aprendermos a orar. Mas não para usarmos estes versículos como "vãs repetições" (Mt 6:7), transformando-os em algo mecânico e mental. A palavra "assim" é de extrema importância para vermos como o Senhor deseja que oremos. Não são palavras e frases soltas. Nossa oração deve ser o resultado de um viver. Precisamos ter alguma coisa que vai sustentar a nossa oração. Também temos a palavra "vós". Isto mostra que esta é a oração da igreja. Está na segunda pessoa do plural: vós. Está direcionada para a igreja. Não é uma oração de pedido, mas uma oração de luta, para exercitamos a fé, o espírito e a autoridade.

"Pai Nosso". Nosso relacionamento com Deus é de Pai para Filho. É um relacionamento de vida. Não temos cerimônia para fazer um pedido para o nosso pai. Pai Nosso. Não é o pai deles. É o Nosso Pai. Podemos orar de maneira descontraída diante dele, o nosso Pai. Esta é uma oração de comunhão normal diante do Senhor, onde entramos em comunhão com o Senhor sossegadamente. Dizer "Pai Nosso" mostra um relacionamento de vida, entre Pai e filho.

"Santificado seja o Teu Nome". Se temos um viver que não santifica o nome do Senhor, em nossa oração o Seu Nome não será santificado. A nossa oração é o resultado de um viver. Podemos aplicar o sangue precioso para valer. Temos a fé. Testemunho no dia a dia. As pessoas precisam exaltar e glorificar o Nome do Senhor. De fato, um dia todo joelho se dobrará. No céu, na terra e debaixo da terra todos irão dizer que Jesus é o Senhor. Passar pelo fogo para ver se o Espirito Santo sela. Temos que ver se isto santifica o nome do Senhor. Precisamos ter um viver que glorifica o nome do Senhor. Não podemos responder de qualquer maneira. Nossa carne está crucificada. Precisamos tomar o dia-a-dia para receber sempre o selo do Espírito Santo. Nós somos incapazes, mas o Senhor é capaz. Quando invocamos o nome do Senhor, estamos assinando o nosso atestado de fracasso. Invocamos o Senhor porque somos fracos, frágeis e mortais (Gn 4:26). Vamos invocá-lo de uma maneira real e gostosa, testemunhando que ele é tudo para nós em nossa vida. O nome do Senhor deve ser santificado.

"Venha o teu Reino". Quando o Reino do Senhor vem, o reino de Satanás vai embora. Esta é uma oração de luta espiritual. Nossa oração de um guerreiro, com a armadura descrita em Ef 6. O Reino de Deus precisa ocupar espaço em nossa vida. Precisamos representar o reino do Senhor de maneira impactante. O Senhor deseja que o Reino dele venha para a Terra. "Venha o teu Reino". Nós precisamos desta ousadia, desta intrepidez. Não apenas oração de petição, mas oração de autoridade, com fé. Temos que expulsar o reino de Satanás e estabelecer o reino de Deus na terra. Abrir as portas para o reino dos céus. Senhor, exerça a sua autoridade! Quando nossos filhos não nos obedecem, é porque não há expressão do Reino. Não podemos contra o diabo. Mas o Senhor pode. Ele é cheio de poder. Venha o teu reino. Em Gn 1:28 o Senhor disse "Enchei a terra. Multiplicai". Não podemos abrir mão quando pregarmos o evangelho, mas devemos exercer a autoridade do reino. Pregamos o evangelho para encher a terra e multiplicar a vida de Deus na terra. "Venha o teu reino" mostra que o reino é do Senhor. Precisamos ter esta busca, este anelo, este desejo de sermos submissos: o reino é do Senhor e não nosso. Nem todas as pessoas espirituais são submissas. A coisa mais bela nesta terra é a submissão à autoridade do Senhor.

"Faça-se a tua vontade assim na terra como no céu." O Senhor criou a terra para si, e por meio do Reino vai resgatar a Terra para ser sua de novo. Faça-se a vontade do Senhor e não a nossa. A vontade é a do Senhor! Senhor, se é a tua vontade, eu também quero. Queremos estar sob a vontade soberana do Senhor. Nada acontece sem a vontade soberana do Senhor. Deus deseja que o homem se ajuste a sua vontade. Deus não pode movimentar-se no seu trono se nos não orarmos. Nossa oração afeta o mover de Deus na terra (Mt 16:19). Os princípios espirituais não podem ser revogados. O Senhor se move pela oração. Este é um princípio espiritual. Deus precisa de alguém na terra para orar pela sua vontade. A igreja tem que orar. Deus deseja ganhar as cidades, mas Ele só vai ganhar se orarmos. A fé é sempre compatível com a vontade do Senhor. O nome do Pai deve ser santificado em nossa vida. Toda vez que deixamos de dar prioridade a nossas coisas, dando prioridade às coisas do Senhor, Satanás nos acusa.

"O pão nosso dá-nos hoje". Orar por nossa necessidade diária é outro princípio espiritual. Satanás está de olho para nos atacar nas mínimas coisas. Quando nos posicionamos pelo reino, o inimigo vem atacar. "O pão nosso de cada dia" mostra uma oração contínua ao Senhor, a cada dia. A fé é para o hoje, é para o agora. Ele não quer que estejamos preocupados com o dia de amanhã, mas que dependamos do Senhor a cada dia (Mt 6:31-33). Esta é a maneira adequada de buscar a presença do Senhor para ter comunhão com Ele a cada dia.

"Perdoa-nos as dívidas". Se temos problemas e dívidas não tratados, isto não deixa nossa oração ter poder e impacto, pois nós somos devedores. Muitas vezes nós temos dificuldades e mágoas, temos dificuldades de anos... Isto não pode acontecer. São os pormenores do dia-a-dia que atrapalham a nossa comunhão com o Senhor. Precisamos ter uma vida de constante confissão e arrependimento, para poder perdoar aqueles que nos ofendem. Se não conseguimos perdoar, é porque não amamos. Perdoar 70 vezes 7 é o padrão do Reino dos Céus (Mt 18:22).

"E não nos deixeis cair em tentação". Uma das especialidades de Satanás é a tentação. Por isto precisamos orar antes que a tentação venha. Precisamos aprender a orar em nome de Jesus, pelo seu poder. Orar para pedir ao Senhor para não cairmos em tentação. Cada dia precisamos orar desta forma. Nossos filhos saem de casa com um pensamento e podem voltar com outros. Temos que orar para que eles também não caiam em tentação. Há todo tipo de coisas para nos levar à tentação. São muitas tentações: de ganhar dinheiro, sem promovido, querer ser um líder, sexo inadequado, desejos da carne. Senhor não me deixes cair em tentação! Satanás nos tenta muito. Acabamos de acordar, e já tem uma tentação nos esperando.

"Livra-nos do mal". O "mal" aqui se refere a Satanás. Quando resistimos ao Diabo, ele fugirá de nós. Estamos num campo de batalha. Precisamos de armadura de Ef 6 para esta batalha. Nesta armadura existem muitos ítens de defesa, mas um único item de ataque: a espada. A espada é a Palavra do Senhor, tomada com toda oração e súplica (Ef 6:17-18). Precisamos amarrar o inimigo em nome do Senhor Jesus. Satanás teme o nome do Senhor e a sua palavra. Filadélfia tem o nome e a palavra. Se há confusão, não vamos brigar com os irmãos. Satanás está atrás de muitos pensamentos e atitudes. É necessário ficarmos atentos e conhecer de perto as sutilezas do inimigo.

"Pois teu é o reino, o poder e a glória para sempre." O Reino é do Senhor. A vontade dele é estabelecer o seu reino tendo do homem como seu cooperador. A Economia de Deus (Ef 1:10, 3:2, 3:9) vai se concretizar quando, através do homem regenerado, o Senhor estabelecer o seu reino na terra. O homem expressando o poder e a glória de Deus para todo o sempre.

"Amém". Amém é assim seja, uma confirmação da fé. O Senhor Jesus é o Amém (Ap 3:14). Dizer "amém" é dizer "Senhor Jesus". O "amém" acrescenta fé na oração, confirma o que oramos ao Senhor. É acrescentar incenso aromático (Ex 30:34-37), que é o Senhor Jesus (Ap 8:3-5) nas orações dos santos (Ap 5:8). Nossa oração só pode subir como aroma agradável ao Senhor se a ela for acrescentado incenso, ou seja, a própria pessoa do Senhor. Que possamos ter tal experiência em nosso viver.



SOU UMA MULHER AMADA, ACEITA, VALORIZADA,UNGIDA, ABENÇOADA, CONTROLADA, SÁBIA E VITORIOSA EM TODAS AS ÁREAS DA MINHA VIDA.

Nenhum comentário