QUEBRA DE MALDIÇÃO HEREDITÁRIA.


QUEBRA DE MALDIÇÕES
WILSON SIMEÃO LINHARES CASTRO
LIÇÃO 24

"Porém o Senhor, teu Deus, não quis ouvir a Balaão; antes, trocou em bênção a maldição, porquanto o Senhor, teu Deus, te amava. (Dt.23:5)."

I. DEFINIÇÃO DE MALDIÇÃO

Inumeráveis famílias são atormentadas por situações, tais como doenças mentais, suicídios, alcoolismo, enfermidades, divórcio, incesto e pobreza. Com freqüência, até mesmo aqueles que recebem o Senhor não conseguem quebrar os intermináveis ciclos de devastação que acontecem dentro de sua própria família. É bem possível que a causa desses problemas seja uma maldição não quebrada.

Uma maldição é uma praga invocada sobre uma pessoa, grupo ou lugar e tem o propósito de causar dano e destruição. As maldições sempre envolvem espíritos malignos. Quando uma maldição é proferida, espíritos demoníacos são enviados para executar a desgraça invocada.

Ocasionalmente, Deus amaldiçoa, permitindo que demônios aflijam uma determinada pessoa com a intenção de chamar a atenção dela e fazê-la se arrepender de seus maus caminhos (Dt.28:20; Pv.3:33; Ml.2:2). Na maioria das vezes, no entanto, somos nós que damos a Satanás o direito legal de nos atacar porque, consciente ou inconscientemente, nos envolvemos em situações que abrem a porta o suficiente para que ele possa entrar (Ec.10:8). É somente quando aquele direito legal é removido por meio do arrependimento e purificação que podemos quebrar a maldição.

II. O CRISTÃO E A MALDIÇÃO

O assunto acerca de quebra de maldição tem gerado controvérsia no meio da igreja. É verdade que, quando aceitamos a Jesus, a nossa vida se torna nova em Cristo (I Co.5:17), no entanto, muitas vezes as conseqüências do passado continuam influenciando a nossa vida presente, mesmo após a conversão. É nesse momento que devemos reconhecer essas áreas, nos arrependermos e orarmos para que essas maldições sejam quebradas.

Jesus levou sobre si as nossas maldições (Gl.3:13), assim como carregou no seu corpo os nossos pecados e enfermidades (Is.53:4,5). No entanto, da mesma forma como precisamos orar para receber a cura das nossas doenças, é necessário orar para quebrarmos as maldições. O perdão é automático; no entanto, a cura física e a quebra de maldições não o são. É que o perdão envolve apenas nós e Deus. Já a cura envolve uma atuação sobrenatural do Espírito Santo, e a quebra de maldição envolve a expulsão de demônios.

É como ter nas mãos uma sentença do juiz que nos dá o direito de retomar um imóvel que é nosso, mas o invasor recusa-se a sair. É preciso executar a sentença para que o oficial de justiça obrigue o invasor a sair. A cruz nos dá o direito, mas temos de orar para que o inimigo seja obrigado a restituir aquilo que ele nos tirou (Pv.6:30,31; Jl.2:25).

III. MALDIÇÕES HEREDITÁRIAS

Deus dá importância à herança (Ex.20:5,6; I Rs.11:11-13). Somente porque perdemos o conceito de herança, isso não significa que Deus a tenha esquecido. Deus não abandonou tal conceito. De fato, ele ainda opera sob este princípio, quer o percebamos, quer não. Satanás também não esqueceu a importância da herança. Por isso, as maldições podem ser passadas de geração a geração.

Os pecados de nossos antepassados podem ter um efeito devastador em nossas vidas (Lv.26:38,39; Lm.5:7). Com freqüência, resultam numa maldição lançada sobre toda a linhagem familiar. Muitos cristãos são acometidos de doenças hereditárias, vencidos por vícios de seus pais, escravizados por pecados de seus antepassados, incapazes de sair da pobreza herdada dos seus ascendentes, porque não levaram em conta os pecados de seus ancestrais!

Os que já se envolveram com o ocultismo sabem da importância da herança. Quando os feiticeiros lançam uma maldição sobre uma pessoa, eles se asseguram de incluir toda a sua descendência (Sl.109:6-15). O desejo deles é destruir toda a linhagem familiar, não apenas um indivíduo. Em famílias com histórico de doenças mentais, pobreza ou enfermidades hereditárias, muitas vezes tal é o caso.

Rituais de consagração de bebês são realizados em todas as religiões. Quando uma criança, mesmo não nascida, é consagrada ao serviço de Satanás, espíritos demoníacos são destacados para assumirem a tarefa de assegurar que tal criança permaneça no serviço dele durante toda a sua vida. Quando uma pessoa que dessa forma foi consagrada a Satanás aceita Jesus Cristo como Senhor de sua vida, ela é tida pelos demônios como uma traidora. Imediatamente uma maldição de destruição é ativada em sua vida por aqueles demônios. É comum encontrar pessoas cujas vidas iam razoavelmente bem até o dia em que aceitaram a Cristo. Então, tudo que poderia dar errado na vida delas aconteceu. Esta consagração tem que ser anulada.

IV. OBJETOS AMALDIÇOADOS

Por causa da nossa ignorância, muitas vezes trazemos maldições para a nossa vida e para a vida das nossas famílias sem que queiramos. Precisamos desenvolver um profundo desejo de viver uma vida santa, recusando tocar em qualquer coisa que Deus tenha declarado impura (Dt.7:25,26).

Qualquer objeto que foi feito para uso no culto a Satanás é amaldiçoado e não pode ser purificado. Tem de ser destruído. Exemplos de coisas assim são estátuas ou imagens de santos e entidades; jóias com símbolos ocultistas; "suvenires" (lembranças) de viagens que representam divindades; estátuas de Buda; pirâmides; duendes; enfeites feitos para trazer sorte; livros, objetos e símbolos esotéricos; etc. Aqui entram também certas músicas, filmes, programas de televisão e novelas que, por causa de seu conteúdo e mensagem, servem para atrair demônios. Vasculhe a sua casa. Ore diante de cada objeto e, se o Espírito Santo inquietar o seu coração sobre qualquer coisa, elimine-o. Deve-se destruir fisicamente o objeto amaldiçoado para remover o direito legal dos demônios sobre ele. (Ex.34:12,13; Is.30:22; At. 19:18-20).

Nossos bens devem ser abençoados antes mesmo de serem usados. Abençoando-os, estaremos quebrando qualquer possível maldição quando de sua fabricação. O mesmo vale para bens usados que adquirimos de pessoas desconhecidas. Na verdade, devemos abençoar tudo que possuímos – casa, veículos, móveis, terrenos, aparelhos domésticos, plantações, etc. (Lv.8:10-13; I Cr.18:9-11).

V. MALDIÇÕES RITUALÍSTICAS

É comum as pessoas irem a um pai ou mãe-de-santo para que um feitiço seja posto sobre alguém que desejam prejudicar ou manipular. Esses feitiços na realidade são maldições. Espíritos demoníacos são invocados por meio de um ritual ocultista (“trabalho”) e enviados a uma determinada pessoa para um propósito maléfico. Podemos quebrar essas maldições muito facilmente, através do nome de Jesus, mas temos de estar conscientes de sua existência e alertas quanto ao seu uso. (Nm.22:12; Sl.109:28; Pv.26:2).

VI. MALDIÇÕES POR PALAVRAS PROFERIDAS

Nossas palavras podem alimentar ou anular a ação dos demônios. (Pv.18:21). É por desconhecermos o poder de nossas palavras que vivemos amaldiçoando tudo – nossos filhos (“Tu não presta para nada!”), nossos negócios, nosso salário (“Esse salário não dá para nada!”), nossa família e nosso país. Depois não sabemos por que vamos de mal a pior. Com nossas palavras autorizamos o diabo a nos roubar as bençãos que Deus nos tem dado. Por isso, todo cuidado com as palavras ainda é pouco, pois uma vez proferidas, jamais podem ser recolhidas (Tg.3:9-11).

Um importante princípio ou lei espiritual sobre a maldição, e que serve também para a benção, é que só terá cumprimento se proferida por quem está em posição de autoridade natural ou espiritual (Pv.26:2; Hb.7:7).

VII. COMO QUEBRAR UMA MALDIÇÃO

Por meio de Jesus Cristo, Deus nos deu autoridade sobre todo o poder do inimigo e seu reino (Lc.10:19; Mc.16:17). O nosso tempo aqui na terra é para ser usado não apenas para espalhar o evangelho, mas também para aprendermos como reinar com Cristo. É nossa responsabilidade exercer autoridade sobre o reino das trevas em nossa vida, família, igreja e comunidade. Precisamos começar a reagir e ordenar ao ladrão que nos devolva sete vezes mais tudo aquilo que nos roubou. (Pv.6:30,31).

Segue um modelo de oração para quebra de maldição:

"Pai celestial, em concordância com o Espírito Santo e na autoridade que há no nome do Senhor Jesus, renuncio e cancelo, agora e para sempre, todo pacto ou consagração que, a qualquer tempo ou época da minha vida, eu (ou meus pais em meu lugar) tenha feito com o diabo, bem como quebro qualquer maldição que eu e meus descendentes tenhamos herdado dos meus pais ou antepassados, por pecados cometidos por eles ou encantamentos lançados contra eles. Quebro, também, toda maldição lançada contra mim e/ ou minha família. Por fim, desfaço todo bloqueio satânico da minha mente que me impede de compreender as verdades de Deus e ordeno que o inimigo me devolva sete vezes mais tudo aquilo que me roubou. No nome do Senhor Jesus Cristo, amém."



SOU UMA MULHER AMADA, ACEITA, VALORIZADA,UNGIDA, ABENÇOADA, CONTROLADA, SÁBIA E VITORIOSA EM TODAS AS ÁREAS DA MINHA VIDA.

10 comentários:

  1. Meus parabéns,
    O autor escreveu o que, certamente, é o melhor texto a respeito de maldições publicado na Internet.
    Em fim, depois de ler os 40 primeiros artigos sugeridos pelo Google, na ordem crescente das páginas de busca, encontrei um artigo realmente digno de confiabilidade e elogios. É verdade que nada nesse mundo é totalmente perfeito, mas este artigo é o menos imperfeito entre todos os outros 40 artigos que o precedem na classificação do Google sobre o assunto maldições.
    Meus parabéns mais uma vez e que Deus continue iluminando-o com as verdades úteis aos súditos do Reino de Deus.
    Luiz Carlos, 01 de dezembro de 2010

    ResponderExcluir
  2. Muito bom a oração para quebra de maldição,ja posso sentir a presença de JESUS CRISTO libertando minha vida !!! Obrigada JESUS!!!Fernanda , 22 de junho de 2011

    ResponderExcluir
  3. Parabéns!
    Site interessante e útil as pessoas... trazendo mensagens de otimismo e fé.

    ResponderExcluir
  4. Realmente chegou em momento apropriado em minha vida...

    ResponderExcluir
  5. esta oração é maravilhosa

    ResponderExcluir
  6. irei colocar em pratica c/fe em DEUS;obrigado

    ResponderExcluir
  7. Amei,vou realizar achei muito interessante

    ResponderExcluir
  8. Que DEUS a recompense pelo bem que agora me faz.
    Estou chorando pois senti verdade nesse conteúdo e orei,orei com fé no Senhor e creio que sou atendida.
    Obrigada e iluminada e cheia de bençãos seja sua vida.

    ResponderExcluir
  9. Realmente esse artigo e muito bom.
    Que Deus abenções a todos. Amém.

    ResponderExcluir
  10. QUANDO ABRI DIZIA SER SITE IMPROPIO; MAS AGORA COOPREENDO POR QUE O DIABO TENTA IMPEDIR AS PESSOAS DE LER ESTE ARTIGO; É POR QUE MUIOS SERAO LIBERTOS

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...